Bem-vindo: Sáb Jan 20, 2018 2:19 am




Criar novo tópico Responder  [ 8 mensagens ] 
Genz Benz 
Autor Mensagem

Registrado em: Ter Mai 04, 2010 3:03 pm
Mensagens: 225
Mensagem Genz Benz
Galera,
estou pensando em comprar o cabeçote Genz-Benz ShuttleMAX Series STL 6.0.
Achei uma mão na roda pois ele vem com um footswitch que na hora de tocar ajuda muito.
Gostaria de saber se alguém já testou e quais as impressões, principalmente sobre o pre valvulado dele se é legal.
abraço a todos


Sex Mai 07, 2010 8:28 am
Perfil

Registrado em: Sex Ago 29, 2008 2:06 am
Mensagens: 2376
Localização: Olinda-PE
Medals: 3
Positivo (3)
Mensagem Re: Genz Benz
Tem um Review Neste Tópico

_________________
Big John Siqueira
Big John Siqueira & Midnight Men
Meu Setup
http://www.facebook.com/bigjohnsiqueira
Videos


Sex Mai 07, 2010 9:54 am
Perfil

Registrado em: Seg Ago 29, 2005 11:42 am
Mensagens: 1210
Localização: Gwagwulhos
Medals: 2
Positivo (2)
Mensagem Re: Genz Benz
Uia! bacana bagaray o ampli, parece. Mas nunca vi, não conheço a marca, nem sabia que vendia no Brasil. Procurei no google e vi o site do fabricante, parece ser top. Se vender na Teodoro deve custar algo próximo da ajuda financeira que vão dar pra Grécia, uns 110 bilhões de euros, pouco mais, pouco menos.

_________________
Fabio Pagotto


Sex Mai 07, 2010 9:54 am
Perfil

Registrado em: Ter Mai 04, 2010 3:03 pm
Mensagens: 225
Mensagem Re: Genz Benz
No anuncio do cabeçote Genz-Benz eles dizem: "The ShuttleMax amplifiers provide walls of sound thanks to its impressive 600 watt Class D power amplification."

Alguém saberia me informar o que significa exatamente Classe D?
Que tipo de categorização é essa?


Ter Mai 25, 2010 11:31 am
Perfil

Registrado em: Sáb Mai 23, 2009 2:06 pm
Mensagens: 570
Localização: Southampton - Inglaterra
Medals: 2
Positivo (2)
Mensagem Re: Genz Benz
Dpaulo, classe de operação de amplificador (classe A, B, AB, C, D...) é um assunto meio chato e que gera muita confusão. Grosso modo, a coisa funciona mais ou menos assim:

A idéia de um amplificador de guitarra é enviar uma corrente elétrica pros alto-falantes de forma que estes vibrem de maneira similar às cordas da guitarra. A corda da guitarra faz um movimento de "vai-e-vem" a partir da posição de repouso, certo? Do mesmo modo, a corrente elétrica nos alto-falantes tem que ser em "vai-e-vem", ou seja, durante parte do tempo a corrente é positiva ("vai") e durante parte do tempo ela é negativa ("volta").

A maioria dos amps usa dois (ou outro número par de) elementos de saída (válvulas ou transistores). Aí sim, nós podemos ter as diferentes classes de amplificadores dependendo de como eles funcionam. Vou explicar usando amplificadores à válvula, mas a classificação é a mesma para amps com transistores:

[*Lembrete: aqui, vou usar o termo distorção como sinônimo de "uma modificação indesejada no sinal"; ou seja, uma coisa ruim! Não estou me referindo às distorções usadas e amadas por nós, guitarristas.]

Classe A: as duas válvulas conduzem corrente elétrica 100% do tempo. Essa configuração tem baixos níveis de distorção e baixíssimo rendimento; ou seja, amps classe A gastam mais energia elétrica e possuem potência menor.

Classe B: Uma válvula só conduz corrente elétrica quando a corrente "vai" pro falante, e a outra só conduz quando a corrente "volta" do falante (enquanto uma conduz, a outra não faz nada) - é como se cada uma conduzisse corrente durante metade do tempo. Essa configuração aumenta a potência disponível e melhora a eficiência (afinal, cada válvula só funciona durante metade do tempo), mas gera mais distorção que a classe A. Nunca ouvi falar de um amp de guitarra em classe B.

Classe AB: um meio termo entre as classes A e B. Uma válvula conduz quando a corrente "vai" e durante um pequeno período quando a corrente "volta", e a outra válvula conduz quando a corrente "volta" e durante um pequeno período quando a corrente "vai"; ou seja, há um pequeno intervalo de tempo durante o qual as duas válvulas conduzem juntas. Teoricamente essa configuração gera menos distorção que a classe B, mas na prática isso é falso. Os níveis de eficiência e de potência são praticamente iguais aos da classe B. É a classe mais usada em amps de guitarra.

Classe C: as válvulas ficam "desligadas" a maior parte do tempo e só conduzem corrente durante uma parcela minúscula do tempo (), mas nunca juntas. Eficiência altíssima, distorção altíssima também. Amplificadores classe C eram usados em transmissores de rádio e PAs antigos, mas creio que não sejam mais usados em áudio.

Vale notar que, até agora, a corrente que passa em cada válvula varia continuamente ao longo do tempo: a corrente passa por alguns valores intermediários, cresce até um valor máximo e depois diminui.

Classe D (essa é um pouco mais chatinha): A corrente que passa por cada transistor (nunca vi um amp classe D à válvula) fica alternando rapidamente (milhares ou até milhões de vezes por segundo) entre um valor máximo e o valor mínimo, praticamente não passando por valores intermediários. O tempo durante o qual a corrente fica no valor máximo, passa para o mínimo e volta para o máximo é chamado de período. Ao longo de vários períodos, dependendo se a corrente passa mais tempo no máximo ou no mínimo, a saída média varia continuamente. Olhando nessa figura, a onda rosa seria a corrente variando entre os dois valores e a onda verde seria o valor médio dessa corrente.


Qual a vantagem dessa bagunça toda da classe D? Valores relativamente baixos de distorção e altíssima eficiência - ou seja, praticamente toda a potência elétrica que o amp puxa da tomada vai pros falantes virar energia sonora e quase nada vira calor no circuito. Com os amps valvulados, uma parcela razoável da energia gasta vira calor no circuito e apenas uma parte vira potência nos falantes. Em amplificadores classe A, é comum o amp gastar mais energia se esquentando do que fazendo os falantes funcionarem.


Existem outras classes (E, F, G...), mas aí a coisa fica bem mais complicada e eu não sei explicar. Para quem quiser estudar isso mais a fundo, um excelente livro é o "Audio Power Amplifier Design Handbook", escrito por um inglês chamado Douglas Self. Infelizmente o livro só está disponível em inglês, mas o cara explica isso tudo e MUITO mais, inclusive dando exemplos de amplificadores que ele mesmo projetou e testou. Fica a leitura recomendada.


Ter Mai 25, 2010 4:57 pm
Perfil

Registrado em: Seg Ago 29, 2005 11:42 am
Mensagens: 1210
Localização: Gwagwulhos
Medals: 2
Positivo (2)
Mensagem Re: Genz Benz
Jesus, minha cabeça tá doendo. Ainda bem que pra tocar baixo só precisa acertar o buraco do jack.

_________________
Fabio Pagotto


Ter Mai 25, 2010 6:35 pm
Perfil

Registrado em: Sáb Mai 23, 2009 2:06 pm
Mensagens: 570
Localização: Southampton - Inglaterra
Medals: 2
Positivo (2)
Mensagem Re: Genz Benz
nitro: se te serve de consolo, a minha cabeça já doeu muito até eu aprender essas coisas aí...


Qua Mai 26, 2010 6:49 pm
Perfil

Registrado em: Qui Set 08, 2005 9:48 pm
Mensagens: 608
Localização: São Paulo
Medals: 2
Positivo (2)
Mensagem Re: Genz Benz
Eu tinha a mesma dúvida em relação a isso, valeu!

_________________
Fausto Oi

https://www.facebook.com/inspire98
https://www.facebook.com/xgoodintentionsx


Qua Mai 26, 2010 9:06 pm
Perfil
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 8 mensagens ] 


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para:  
cron
Powered by phpBB © phpBB Group.
Designed by Vjacheslav Trushkin for Free Forums/DivisionCore.
Traduzido por: Suporte phpBB