Bem-vindo: Seg Jan 22, 2018 9:20 am




Criar novo tópico Responder  [ 15 mensagens ] 
Afinações abertas 
Autor Mensagem

Registrado em: Sex Set 04, 2009 1:45 am
Mensagens: 222
Mensagem Afinações abertas
Não achei tópico específico sobre isso, então vai lá:

Estou querendo me aventurar nas afinações abertas e gostaria de algumas dicas de quem as utiliza por aqui. Que afinações usam e para tocar o quê.
Pode parecer pretensão, mas queria investir em algo que desse pra explorar além dos licks de blues e acordes maiores e menores.

Sou todo ouvidos (olhos...) para os relatos pessoais.


Ter Jan 01, 2013 11:54 pm
Perfil

Registrado em: Qua Out 24, 2007 4:15 pm
Mensagens: 1232
Localização: Porto Alegre RS
Medals: 1
Positivo (1)
Mensagem Re: Afinações abertas
E9th chromatic! Já ouviu falar, Teleman?

Imagem

:mrgreen:

Falando sério, agora:
Não há almoço grátis, meu bruxo.
Pra fazer algo mais versátil só com 6 cordas e um slide, eu ficaria com a afinação convencional.
Tu pretende tocar slide, é isso?

_________________
Marcio Petracco

I ain't no thief, I'm a steeler!


Qua Jan 02, 2013 2:26 pm
Perfil

Registrado em: Sex Set 04, 2009 1:45 am
Mensagens: 222
Mensagem Re: Afinações abertas
WTF?!

Cara, o slide seria a principal função. Mas gostaria de conseguir executar outras coisas (não precisa ser bossa nova...); arranjos simples e alguns acordes, ou ao menos o núcleo dos acordes.

É até meio contraditório, já que mal domino a afinação padrão, mas a sonoridade sempre me atraiu. Sei que limita as harmonias e até o jeito de solar, mas queria arriscar um pouco mais. Já afinei para testes em D e agora está em G.
Como pratico pouco, as experiências de vcs poderiam me ajudar melhor a escolher (ou ao menos eliminar) o caminho a seguir.


Qua Jan 02, 2013 11:06 pm
Perfil

Registrado em: Qua Out 24, 2007 4:15 pm
Mensagens: 1232
Localização: Porto Alegre RS
Medals: 1
Positivo (1)
Mensagem Re: Afinações abertas
A imagem representa o setup mais comum de pedal steel guitar, Teleman.
Esse seria o caminho seguro pra tocar coisas mais "cabeludas" com os glissandos de slide.

Desnecessário dizer que nada substitui a prática, certo?

Já sacou que as afinações de D e G são similares na ordem das notas que formam o acorde?
Eu considero todas as afinações em acorde perfeito maior como sendo transposições de uma mesma coisa, dá pra entender?

Viola caipira, slide de blues, dobro bluegrass, cavaquinho, Keith Richards, 5-string banjo e guitarra havaiana é tudo (quase?) a mesma coisa.
Só não espalha que eu falei isso, por favor.
:mrgreen:

_________________
Marcio Petracco

I ain't no thief, I'm a steeler!


Qui Jan 03, 2013 1:27 pm
Perfil

Registrado em: Sáb Mai 23, 2009 2:06 pm
Mensagens: 570
Localização: Southampton - Inglaterra
Medals: 2
Positivo (2)
Mensagem Re: Afinações abertas
brazilgrass escreveu:
E9th chromatic!

Pô Petracco, falta corda pra fazer tudo isso! :lol:

Indo nessa linha de "nada substitui a prática", tenta tirar umas músicas do Led Zeppelin ("Rain Song" - DGCGCD, "Bron-Yr-Aur" - CACGCE, "Dancing Days" e "Going to California" - G aberto, "Kashmir" - DADGAD, etc) que você vai ver diversas afinações alternativas e já vai "sentindo" o que dá pra fazer com cada uma delas.

Outras sugestões ainda: "Little Martha", do Allman Brothers Band (E aberto, ou D aberto com capo na 2), "Big Yellow Taxi" e "Both Sides Now", da Joni Mitchell (D aberto com capo sei-lá-onde), entre centenas de outras... Depois você analisa os acordes que você está tocando; o que eu mais gosto de afinações abertas é que aparecem coisas bem interessantes com pouquíssima ginástica de dedos. Boa sorte e divirta-se! :wink:


Qui Jan 03, 2013 1:38 pm
Perfil
Site Admin

Registrado em: Seg Ago 29, 2005 12:42 pm
Mensagens: 7456
Localização: São Paulo
Medals: 12
Positivo (12)
Mensagem Re: Afinações abertas
no palco eu sempre acabo usando o slide na tradicional, mas E (ou D) e A (ou G) rolam.

na E aberto da pra montar acordes maiores e menores sem muita crise, a G aberto tem a vantagem de manter o lance do bicorde nas duas cordas mais graves, com isso da pra cobrir bastante acorde tambem, eu adoro a DADGAD mas ela é mais pra vijar do que pra tocar coisas normais.

com a pentelhação de ter que levar 1 guita a mais pro set se for usar aberta, acabei indo na onda do W Haynes e investindo mais em achar os licks e escalas onde o slide soa bem na aberta. (que não é no famoso 5 formato da penta)

outra dica que ajuda é dropar o bordão pra D, com isso consegue montar acordes abertos nas 3 cordas graves...

_________________
http://www.gutovighi.com.br


Qui Jan 03, 2013 3:47 pm
Perfil

Registrado em: Sex Set 04, 2009 1:45 am
Mensagens: 222
Mensagem Re: Afinações abertas
Obrigado a todos pelas dicas. Vou assimilando aos poucos.

O negócio é ter em casa uma guitarra com ação e alta e espírito aventureiro sempre à disposição para experiências. Vc começa a brincar, as sonoridades vão aparecendo e o tempo voa.
Não levarei a guita extra para apresentações tão cedo; só quando (e se) chegar num nível mínimo que valha a pena a trabalheira.

Já vi muita gente fazendo coisas lindas com a afinação padrão, inclusive com um técnica híbrida bem interessante. Uma coisa acaba puxando a outra. O lance é ralar, não tem jeito.

Se quiserem dar mais dicas ou relatar experiências, prometo ler com atenção. Só esse esquema que o Petracco colocou que, parafraseando o velho Jaiminho, prefiro evitar a fadiga. :lol:


Qui Jan 03, 2013 11:22 pm
Perfil
Site Admin

Registrado em: Seg Ago 29, 2005 12:42 pm
Mensagens: 7456
Localização: São Paulo
Medals: 12
Positivo (12)
Mensagem Re: Afinações abertas
mais dicas são aquelas basicas, quanto mais baixa sua ação e mais finas suas cordas, mas leve sem que ser o slide pra compensar. eu gosto mais de vidro em guitarra com ação tradicional, e no geral uso sempre com drive, nas guitarras normais senão não tem "sustain".

vibrato é essencial mesmo porque afinar cravado no slide é f... então o vibrato da uma maquiada e facilita.

eu penso em 2 formas diferente falando em escala, o mantem na escala da tonalidade, ou vai no desenho do acorde. tem um raio de um shape de penta que facilida muito a montagem dos licks, eu vou ver se acho um graço de guitarra digital aqui pra montar a escalinha ou desenho na mão e escaneio.

_________________
http://www.gutovighi.com.br


Sex Jan 04, 2013 12:36 am
Perfil

Registrado em: Ter Jan 20, 2009 12:07 pm
Mensagens: 795
Localização: Rio de Janeiro
Medals: 2
Positivo (2)
Mensagem Re: Afinações abertas
Ressuscitando um tópico aqui pra pedir a opinião dos amigos slideiros:

Há tempos eu me viro bem em slide em afinação standard. Pequenas coisas, nada muito de dominar realmente a técnica, mas acho que sempre consegui resultados razoáveis. Em open G a mesma coisa.

Recentemente tenho focado bastante em open E, e com o tempo consegui dominar relativamente as escalas blues e maior/mixolídio. A pica é quando tento tocar algo 100% penta menor, trocando mesmo a 3a maior pela menor. Os resultados têm sido meio frustrantes no sentido de que eu acabo não usando os boxes e double stops característicos da afinação aberta, e me vejo meio que usando um approach meio standard, se é que dá pra entender. Não é tão difícil nas 1a casas usando cordas soltas, mas à medida que subo o braço vai ficando mais complicado.

Já sentiram a mesma dificuldade?


Seg Jul 15, 2013 7:16 pm
Perfil
Site Admin

Registrado em: Seg Ago 29, 2005 12:42 pm
Mensagens: 7456
Localização: São Paulo
Medals: 12
Positivo (12)
Mensagem Re: Afinações abertas
sim, eu uso mais as open D ou E em casa do que G, mas botar o menor nelas é complicado,

uma dica é que os shapes da Open G pra open D por exemplo são os mesmos deslocados uma corda pro grave (tudo de patern que faz em open G desloca o patern uma corda pra baixo (grave) e funciona pra o open D) se tiver complicado me fala que eu te mando um desenho de braço.
Pra usar afinação aberta eu acabo bem amarrado em cima do acorde que tiver rolando na progressão, não consigo ficar muito na penta da tonalidade.

Mas no fim, eu aqui no palco uso só a padrão mesmo, minhas gigs são com 1 guitarra fica muito amarrado tocar de afinação aberta, fora a lampada de uma terceira guita indo passear toda vez, acho que viraria legal se fosse pra tocar como segunda guitarra e ficar mais free fazendo slides.

_________________
http://www.gutovighi.com.br


Seg Jul 15, 2013 7:24 pm
Perfil

Registrado em: Dom Ago 28, 2005 11:57 am
Mensagens: 550
Localização: Niterói/RJ
Medals: 2
Positivo (2)
Mensagem Re: Afinações abertas
Lobao escreveu:
Ressuscitando um tópico aqui pra pedir a opinião dos amigos slideiros:

Há tempos eu me viro bem em slide em afinação standard. Pequenas coisas, nada muito de dominar realmente a técnica, mas acho que sempre consegui resultados razoáveis. Em open G a mesma coisa.

Recentemente tenho focado bastante em open E, e com o tempo consegui dominar relativamente as escalas blues e maior/mixolídio. A pica é quando tento tocar algo 100% penta menor, trocando mesmo a 3a maior pela menor. Os resultados têm sido meio frustrantes no sentido de que eu acabo não usando os boxes e double stops característicos da afinação aberta, e me vejo meio que usando um approach meio standard, se é que dá pra entender. Não é tão difícil nas 1a casas usando cordas soltas, mas à medida que subo o braço vai ficando mais complicado.

Já sentiram a mesma dificuldade?


Certamente, Lobão. Não consegui solução pra isso, por isto só tenho tocado standard. Até já tentei encarar o método "Sonny Landreth", que acho que é A solução pra tom menor em E aberto, mas não tive competência pra encarar a missão..rs


Seg Jul 15, 2013 7:36 pm
Perfil

Registrado em: Ter Jan 20, 2009 12:07 pm
Mensagens: 795
Localização: Rio de Janeiro
Medals: 2
Positivo (2)
Mensagem Re: Afinações abertas
Guto, tô ligado na similaridade entre D e G abertas. A despeito de serem muito parecidas eu acho D (ou E) mais fácil de solar, com mais possibilidades. Sempre abordo G meio que num estilo "La Grange" demais. Não dominar a técnica é um saco. Ouvindo o Ry Cooder tocar Boomer's Story parece tão simples!

Em D ou E já me sinto mais em casa, embora tenha começado a usar de verdade só recentemente. Serviu pra desmistificar Duane Allman. Aquela técnica back-and-forth é razoavelmente simples se aplicada dentro do que ele fazia. Derek Trucks já um buraco mais embaixo. Ele tem bem mais técnica, é bem mais afinado, e explora muito mais o estilo.

Outra afinação que gosto de usar pra slide é drop D. Ela não dá tantas possibilidades quanto D aberto, mas é legal pra quando eu quero tocar mezzo slide / mezzo acordes abertos. Costumo transpor algumas músicas do Lowell George (Little Feat) assim.

Guilherme, a abordagem do Sonny Landreth é muito eficiente. Talvez a melhor mesmo. Mas é difícil demais!


Ter Jul 16, 2013 10:25 am
Perfil
Site Admin

Registrado em: Seg Ago 29, 2005 12:42 pm
Mensagens: 7456
Localização: São Paulo
Medals: 12
Positivo (12)
Mensagem Re: Afinações abertas
Lobao escreveu:
Guto, tô ligado na similaridade entre D e G abertas. A despeito de serem muito parecidas eu acho D (ou E) mais fácil de solar, com mais possibilidades. Sempre abordo G meio que num estilo "La Grange" demais. Não dominar a técnica é um saco. Ouvindo o Ry Cooder tocar Boomer's Story parece tão simples!

Em D ou E já me sinto mais em casa, embora tenha começado a usar de verdade só recentemente. Serviu pra desmistificar Duane Allman. Aquela técnica back-and-forth é razoavelmente simples se aplicada dentro do que ele fazia. Derek Trucks já um buraco mais embaixo. Ele tem bem mais técnica, é bem mais afinado, e explora muito mais o estilo.

Outra afinação que gosto de usar pra slide é drop D. Ela não dá tantas possibilidades quanto D aberto, mas é legal pra quando eu quero tocar mezzo slide / mezzo acordes abertos. Costumo transpor algumas músicas do Lowell George (Little Feat) assim.

Guilherme, a abordagem do Sonny Landreth é muito eficiente. Talvez a melhor mesmo. Mas é difícil demais!


Sim, Drop D é legal uso isso ao vivo ainda mais pela facilidade do hipshot. voce acaba ficando com possibilidades de acorde aberto nas cordas 1 2 3 e na 3 4 5 facilita a vida.

tem on line alguma coisa dessas do landreth ? fiquei curioso !

_________________
http://www.gutovighi.com.br


Ter Jul 16, 2013 10:54 am
Perfil

Registrado em: Ter Jan 20, 2009 12:07 pm
Mensagens: 795
Localização: Rio de Janeiro
Medals: 2
Positivo (2)
Mensagem Re: Afinações abertas
guto vighi escreveu:
...Sim, Drop D é legal uso isso ao vivo ainda mais pela facilidade do hipshot. voce acaba ficando com possibilidades de acorde aberto nas cordas 1 2 3 e na 3 4 5 facilita a vida.

tem on line alguma coisa dessas do landreth ? fiquei curioso !


Guto, é basicamente o uso dos dedos 1, 2 e 3 (no caso dele, que usa o slide no 4) atrás do slide:



Eu acho foda, mas por outro lado é muito.... idiossincrático. Soa Sonny Landreth demais. Imagina o trabalho de dominar a técnica e depois ainda ter que desenvolver sua própria pegada. O estudo terminaria em outra encarnação.

Mas ele é foda. Vi isso aqui ao vivo.. sem palavras pra descrever:



Ter Jul 16, 2013 11:24 am
Perfil
Site Admin

Registrado em: Seg Ago 29, 2005 12:42 pm
Mensagens: 7456
Localização: São Paulo
Medals: 12
Positivo (12)
Mensagem Re: Afinações abertas
vix mas pra sair isso sem ação alta deve ser um inferno...

_________________
http://www.gutovighi.com.br


Ter Jul 16, 2013 12:35 pm
Perfil
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 15 mensagens ] 


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para:  
Powered by phpBB © phpBB Group.
Designed by Vjacheslav Trushkin for Free Forums/DivisionCore.
Traduzido por: Suporte phpBB